quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

A saga de Amendoim

Naquele dia, misteriosamente, a ração não estava lá. Tampouco o pote de comida. Um dos donos de Amendoim sacudiu a coleira, sinal de passeio, e o deixou com o rabo a mil. “Dia de cheirar (e mijar em) postes”, pensou, ansioso, mas estranhou por não conectarem a guia. Logo a porta do carro se abriu e o colocaram para dentro. Sem agrados. Ainda assim, estava feliz: “Passeio sobre rodas, orelhas ao vento, milhões de cheiros pelo ar”, matutou.
Mas desta vez o vidro do carro não abriu. Acomodou-se no banco, sem estar preso a lugar algum. Enquanto esticava os olhos para apreciar o caminho, “malditos pescoço e pernas curtas”, agarrava-se com as unhas no estofado para não despencar, por causa dos buracos das vias.
Determinado momento, o carro parou. Não era o parque com grama verdinha, não era a casa da tia no interior, onde passava férias. Era o asfalto quente, em uma avenida, onde a placa de velocidade, que raramente é respeitada, marcava 70 km/h. Rapidamente, o dono pegou Amendoim no colo, desceu e jogou-o, o mais longe que pôde. Retornou, deu partida e acelerou, o mais cruel que pôde. Atordoado, Amendoim ainda tentou, em vão, correr atrás do veículo, “malditas perninhas anãs!”, pensou, aflito, achando ter sido acidentalmente esquecido naquele inferno.
Fora covardemente abandonado. A pessoa do carro de trás viu tudo, estacionou e resgatou Amendoim. Ele ainda tem esse olhar perdido, de quem não compreende o que aconteceu ou o porquê está longe de casa.
Amendoim está para adoção. Tem 4 anos, saúde perfeita, tomou banho e recebeu remédio contra pulgas. Só que ainda será necessário muito amor para fazê-lo esquecer do asfalto quente.
Se você tem esse amor para dar a um basset legítimo e meigo, ligue para: (11) 9134-3242(Eliana) ou 9690-6258 (Tati) ou escreva no e-mail: eli.a.alves@uol.com.br

8 comentários:

Jeremias Mequetrefe disse...

Mamis da Jeje falando: Estou chocada e chorando, pois essa criaturinha linda da foto se parece muito com o meu tesourinho. E os dois tiveram uma historia parecida,pois o meu tão querido Jeremias foi abandonado ainda bebe, quase sem dentinhos, num terreno baldio ao lado de minha antiga casa. Mas tenho Fé, que, assim como o Jeje encontrou um lar e uma familia que o ama como ele merece, o Amendoim tbm vai encontrar!!
Pessoas como o dono do Amendoim pagam caro pela maldade que fazem e não entendem pq nada na vida deles da certo... É a lei do retorno. O plantio é opcional, mas a colheita é obrigatório. Vc colhe aquilo que planta.

lambs. do jeje e bjs da dany!!

Jeremias Mequetrefe disse...

Maguinha, sabemos que toda divulgação é boa, por isso tbm postamos a historia do Amendoim no meu fotolog. Estamos na torcida!!!

Rica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
gislainesilveira disse...

Como fico triste em ler isso...Como alguém pode ter a coragem de fazer isso com uma vida??? Que Deus ajude esse fofinho a achar uma família que dê muito, muito amor e NUNCA O ABANDONE NOVAMENTE!
Se eu tivesse espaço em casa com certeza levaria ele pra ser amiguinho do Théo! Um dia ainda vou ter um quintalzão! Ah vou!

Vanessa disse...

Como isso me dói profundamente!!!!
Nossa ... como o ser humano pode ser tão cruel com quem mais dá carinho e ama incondicionalmente.

*** disse...

O ser humano é capaz de coisas cada vez mais ultrajantes. Quer saber, ainda bem que o Amendoim se livrou de uma pessoa tão tosca. Ainda bem que existem pessoas como a dona do carro que vinha atrás e que se compadeceu do pobrezinho. Estamos torcendo para que apareça um dono bem amoroso para o Amendoim, do jeito que ele e todos os bichinhos merecem.

Myung disse...

Pessoas estúpidas!!!! Mas sei que um dia, Deus fará a justiça divina.
Se o Amendoim estivesse em Campinas, interior de SP, eu o adotaria, com toda a certeza. Infelizmente não tenho como ir pra SP, então rezarei muito para que ele encontre um lar. É uma peninha que ele esteja tão longe de mim!! Me encantei com o Amendoim, Deus do céu, ele é LINDO demais!!
Já tive dois bassets, um deles foi encontrado na rua também, magro de dar dó (anêmico), todo triste e medroso. Graças a Deus ele perdeu o medo, se recuperou e ficou muito bem aqui em casa por anos!! Era um anjinho, um amorzinho de cão! :) Não sei por quê o abandonaram, ele não merecia! :( Assim como tantos outros cães e gatos não merecem.

Amendoim, você é lindo!!!! Vou rezar muito pra você... muito mesmo...!!!! Já que a distância nos separa... :(

Besos!!!!!!!!!!

Lu disse...

onde esta o Amendoim...na minha casa, tem bastante espaço epenso que a Diana, o Boris, o Feio, a Pamina,o Thimoty,a Mimi, a Amadalena, o Lula e a Raksha iriam amar mais um irmãozinho...